sábado, 31 de janeiro de 2015

Diversidade cultural marcará ‘Melhor Carnaval do Sertão’ da cidade à zona rural de Salgueiro
Prefeito anunciou programação que começa com a prévia Tabacaria   
Sexta, 30.01.2015
Clique na foto para ampliar
 Foto: Héliton/InFOTO
Salgueiro é uma das poucas cidades do Sertão que mantém a tradição de fazer um carnaval para todos os gostos. E a folia vai mais uma vez vai se estender da cidade à zona rural com diversos atrativos e novidades. Na última sexta-feira, o prefeito Marcones Sá, anunciou em clima de frevo, no Centro de Artes e Esportes Unificados – Ceu, no bairro da Cohab, a programação da festa popular que começa com a prévia do bloco Tabacaria, prevista para o próximo domingo(8). Já no fim de semana seguinte, acontece a largada dos festejos de Momo de 13 a 17, com uma programação eclética da cidade à zona rural.
Cantores e bandas de expressão nacional a exemplo do sambista Diogo Nogueira e grupo Revelação, Geraldinho Lins, Saia Rodada Elétrica, além de orquestras de frevo, grupos de maracatu, trios elétricos e grupos culturais darão o tom para os foliões. As avenidas da cidade já abrem alas para a primeira ‘prova de fogo’ com a prévia do Bloco da Tabacaria. A novidade será a presença do Boi Maracatu de Arcoverde e Estrela Brilhante de Igarassu.
Tradição desde a década de 80, a sexta-feira (13) começa no pólo da Bomba com o Desfile das Virgens, desta vez ao som do DJ Santos. Em seguida, o trio dá a primeira partida com Jairoca de Tróia e banda. Até a quarta-feira de cinzas outras atrações vão animar o trio como Jameckson e Banda, Saia Rodada, Zum Zum Bamba, , Hanah Vanessa e Pagodão Escuro.
Clique na foto para ampliar
 Foto: Héliton/InFOTO
O prefeito Marcones Sá ressaltou as tradições que dominam a folia salgueirense a começar pelos blocos e pontuou que  a folia oficial de Salgueiro há mais de dez anos vem sendo focada na multiculturalidade e na forma de atender aos distintos gostos do público.
No sábado de Zé Pereira, a programação virá com toda força pelas ruas e avenidas a partir das 17 h com as tradições de Pernambuco: O frevo das orquestras, o Cia Soul dance, Maracatu baque Virado Nação Salgueirense, a Orquestra Metálica do Proac e concurso de blocos. Já no palco principal do pólo Bomba, a tarde das crianças será animada pela Barca Maluka e Orquestra Bronzeada.
O público vai conferir pela primeira vez no mesmo palco, o show do carioca Diogo Nogueira que vai fazer uma retrospectiva de sua carreira. Durante as passagens de som, uma orquestra estará no meio do público mandando frevo. No domingo e terça-feira a tradicional Bicharada do Mestre Jaime que sai há mais de 60 anos sai com seus exóticos bonecos gigantes e máscaras de animais invade a folia. O circuito do frevo montado no Girador do Prado abre a folia dominical com orquestras e carnaval de máscaras.  Já pelo palco do pólo Bomba vão passar Geraldinho Lins e Lia Sophia. No trio, a festança fica com Saia Rodada Elétrica.  
Até a madrugada da quarta-feira de cinzas o palco principal ainda vai receber Faringes da Paixão, banda Santa Clara, de Recife, e Grupo Revelação. Outra novidade para este ano é o palco alternativo montado do lado de fora do Museu do Couro. Lá vão se apresentar as bandas Lobo Mauz, Ee & Ela, Ressonancia Rock, Delicada,  Dixtac Hap, Holy Wood, Gory Sceram e Sun Halley.  Fora do circuito da área urbana, a Prefeitura também montará pólos nos distritos rurais de Conceição das Crioulas e Umãs.



Tem mais prévias nesse fim de semana no Recife
Falta pouco para a chegada do Carnaval. No entanto, tamanha a quantidade de prévias que acontecem no Recife, a capital pernambucana já caiu de vez no clima da folia. E nesse fim de semana, são várias as opções para os foliões que não aguentam esperar até a Folia de Momo se instalar oficialmente na cidade.


Mata Norte repleta de ensaios de maracatus neste final de semana!


Serão 11 prévias carnavalescas. A primeira aconteceu as 21h, desta sexta-feira (30), na sede do Maracatu Leão Coroado de Chã. No sábado (31), AraçoiabaBuenos Aires,Camaragibe,Condado,Gloria do Goita,Goiana, Nazare da Mata e Vicencia, na Zona da Mata Norte do estado de Pernambuco estão no roteiro.


Convite do Mestre João Paulo para o Ensaio do Maracatu Leão Misterioso

Local: Alto do Paraiso no Bar do seu Luiz Coutinho,cidade de Tracunhaem,Zona da Mata Norte de Pernambuco. 

Presença dos mestres José Joaquim, Anderson Miguel, Sibia, Maciel Salu, Siba, dedinha entre outros.

Vamos aprender frevo?

O grupo Guerreiros do Passo ensina a dançar frevo ao ar livre. Neste sábado (31), às 15h, tem mais um Laboratório do Passo, na Praça do Hipódromo, no Recife. A aula será dedicada a Família dos Passos, técnica de ensino desenvolvida pelo Mestre Nascimento do Passo que estabelece uma ligação lógica para a execução dos movimentos. A participação é gratuita!

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015



 Festival Brinquedo Popular na Macuca animará final de semana no Agreste


Com extensa programação que começa nesta sexta (30), o evento realiza a sua 25ª edição, na Fazenda Macuca,Correntes,cidade do agreste merridional de Pernambuco,na microrregiao de Garanhuns.Fortalecendo a cultura popular pernambucana com apresentações musicais e de danças, além de sarais poéticos e cortejo do Boi da Macuca (foto). 

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015



Nesta quinta, dia 29/01, tem a cultura de São José do Belmonte na Casa do Sanfoneiro em Salgueiro - PE, a partir das 19h30.
Reisado do Mestre João Cícero e o sanfoneiro Valmir Maracanã.
É de Graça. Vem se divertir...
Projeto "O Tom do Nosso Quintal"
Realização: Moinho Produções
Apoio: Prefeitura de Salgueiro / Secretaria de Cultura e Esportes
Incentivo: FUNCULTURA / FUNDARPE / Secretaria Estadual de Cultura e Governo de Pernambuco



Ensaio do Bloco Pára-quedista Real aconteceu nesta quarta-feira (28)

Comemorando 15 anos, a agremiação reuniu seguidores e integrantes as 20h, em Casa Forte, no Recife. O evento foi aberto ao público e contou com a Orquestra de Pau, Cordas e Coral do bloco e a Filarmônica 15 de Novembro. 


quarta-feira, 28 de janeiro de 2015




Som da Terra comemora 40 anos de carreira

Para celebrar quatro décadas de uma trajetória dedicada a valorizar a riqueza cultural pernambucana, a Banda Som da Terra apresenta, nesta quarta (28), o show “Revivendo no Meio do Mundo”, com sua formação original. Será às 20h, no Teatro de Santa Isabel,no centro do Recife, dentro da programação do 21º Janeiro de Grandes Espetaculos.


COLEÇÃO COM 100 IMAGENS DE
LAMPIÃO LANÇADA EM SÃO PAULO

As histórias do cangaço e dos cangaceiros povoam a memória do brasileiros. Narrados em lendas, canções populares e cordéis, seus feitos passaram a fazer parte de nossa cultura. O fenômeno, que remonta ao século 18, se tornou mais conhecido e comentado no momento em que os meios de comunicação passaram a divulgar os feitos de Lampião, Maria Bonita, Corisco e tantos outros. Mais do que todos, Virgulino Ferreira, o Lampião (1898-1938), fez uso desses meios, em especial da fotografia, para popularizar o movimento - levando-o para as páginas dos jornais -, e também apresentar os seus seguidores.



Na maioria das vezes, as imagens foram realizadas por anônimos, que se encontravam com o bando no meio do sertão, ou por fotógrafos como Pedro Maia e Lauro Cabral de Oliveira, que registraram uma viagem de Lampião a Juazeiro do Norte, em 1927. Mas quem se consagraria como o "fotógrafo oficial" de Lampião seria o mascate libanês Benjamin Abrahão (1890-1938), que acompanhou a saga do rei do cangaço, fotografando e filmando seus feitos. Parte desse acervo, já reunido no livro Iconografia do Cangaço (Editora Terceiro Nome/2012), pertence ao pesquisador Ricardo Albuquerque, diretor do Instituto Cultural Chico Albuquerque, em Fortaleza.
Agora, Ricardo Albuquerque selecionou 100 entre as melhores imagens, feitas por vários profissionais, para lançar a Coleção Cangaceiros, um registro sistematizado sobre o movimento no Brasil que não deixou de fora as volantes, que eram grupos de policiais disfarçados contratados pelo governo para perseguir os cangaceiros.
Com texto de apresentação de Rubens Fernandes Jr., no total, foram criadas 40 caixas destinadas a um público colecionador: "Muitas das imagens não têm grande qualidade técnica, mas possuem um incrível valor histórico. É um álbum fotográfico. São imagens soltas, sem texto ou legenda", comenta Albuquerque.
A coleção foi lançada na Mira Galeria de Arte, em São Paulo. Além das imagens, acompanha a caixa um audiovisual de 14 minutos que mostra Lampião, filmado pelo próprio Benjamin Abrahão.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015


Vamos ciranDAR as mãos e fazer a nossa parte!
O Projeto Cirandar as Mãos visa à reconstrução do Centro Cultural Estrela de Lia - CCEL, na praia de Jaguaribe, na ilha de Itamaracá, em Pernambuco, que desabou em janeiro de 2014, após chuvas torrenciais e ventos fortes que castigaram aquela parte do litoral pernambucano, deixando grandes estragos. Entre eles, aquele que se tornou para a cirandeira Lia de Itamaracá, um motivo de constante preocupação com o futuro da ciranda no local. Sem o CCEL, referência maior de sua realização na ilha, o folguedo corre o risco de cair em esquecimento, juntamente com todas as ações sócio culturais e de formação que ali ocorreram intensamente, por um período de quatro anos.
Contribuindo para a reconstrução do Centro Cultural Estrela de Lia, você estará fazendo parte da história e ajudando a manter vivo o fomento à cultura do nosso Estado.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015



O PAPE - Programa do Artesanato de Pernambuco, inicia nesta segunda-feira (26), o período de vendas de fantasias e diversas confecções envolvendo a Folia de Momo. A unidade móvel se encontra estacionada na Praça do Derby.



                  Prévias no Recife Antigo!

A Rua da Moeda também possui opções pré-carnavalescas neste domingo (25). A partir das 18h, esteve se apresentando o Urso Cangaçá de Água Fria, a Contemporânea Frevo Orquestra, a Saltos Cia de Dança e o Maracatu Almirante do Forte (foto). Já às 20h, aconteceu o projeto "Tem Bloco na Moeda" animou o final de noite do público presente com o Bloco Eu Quero Mais. Valeu a pena conferir!

Foto: Eduardo Queiroga



        Carnaval inspira 3ª edição da Feira Independente Disso

Máscaras, adornos, camisas e outros acessórios carnavalescos foram os destaques da feira cultural “Independente Disso”, que aconteceu neste domingo (25), no bairro da Boa Vista (Recife).



 Exposições na Torre Malakoff

Quem esteve pelo Recife Antigo, neste fim de semana, pode conferir três mostras na Torre Malakoff: "Gráfica Lenta", "Sobre Papel" e "Luta, Proteção, Vida". O equipamento cultural funcionou das 15h às 18h, e o acesso é gratuito.


 Museu do Trem apresenta exposição sobre memória ferroviária de Pernambuco

Inaugurada no final do ano passado, a Estação Central Capiba, que abriga o Museu do Trem, conta com a exposição Chegada e Partida – A Memória do Trem em Pernambuco, com curadoria do museólogo Aluízio Câmara, que reúne mais de 500 peças sobre a memória ferroviária pernambucana, como cadeiras, bilheterias, carimbadores, sinalizadores, apitos, relógios, além de fotografias, cartazes, textos e diversos outros aparelhos relacionados no contexto do trem.

sábado, 24 de janeiro de 2015




Silvério Pessoa apresenta show “No Grau” no teatro de Santa Isabel

O cantor e compositor Silvério Pessoa :: No Grau é uma das atrações da programação do 21º Janeiro De Grandes Espetáculos. Neste sábado (24), a partir das 21h, ele soube ao palco do Teatro de Santa Isabel para apresentar o show “No Grau”, que leva o nome do seu último CD, mas que faz um passeio por toda sua trajetória solo. Ele receberá como convidados Lula Queiroga e Clayton Barros (@Os Sertoes).



Flor de Lira fará ensaios no Mercado da Ribeira

Iniciando as comemorações pelos 40 anos de fundação, o Bloco Flor da Lira apresentou ontem (23) no Mercado da Ribeira, Sítio Histórico de Olinda, o início da sua temporada de ensaios para o Carnaval 2015, que irão ocorrer nas sextas, até a Folia de Momo.
A prévia começou as 19h e foi aberta ao público! Participe!
Foto: Priscilla Buhr



Prévias agitam Olinda e Recife neste fim de semana
O carnaval vai se aproximando e Pernambuco já está pegando fogo! As prévias tomam conta das ruas de Olinda e Recife e, neste fim de semana, não podia ser diferente!





1ª Mostra do Artesanato do Barro de Caruaru

A tradição do artesanato em barro de Caruaru ganha uma mostra especial a partir deste sábado (24), com exposição, oficinas e apresentações de banda de pífano, literatura de cordel , sanfoneiros e violeiros. A programação acontece até o dia 04 de fevereiro, no Alto do Moura, reduto da arte do barro em Caruaru.







sexta-feira, 23 de janeiro de 2015



       SAMBA DE COCO DE SANTA LUZIA


Samba de Coco de Santa Luzia, de Caetés,municipio situado no Planalto da Borborema no Agreste Meridional   de Pernambuco.Oriundos da Comunidade quilombola de Atoleiros, o grupo dança o coco de parelha trocada, um dos poucos do estado, usa dentre seus instrumentos o cavaquinho, e é formado por 28 integrantes(entre músicos e dançarinos).


quinta-feira, 22 de janeiro de 2015



 Conheça o Palacete Estácio Coimbra, no MEPE
Sabe aquele palacete que existe dentro do espaço do Museu do Estado de Pernambuco? Batizado de Palacete Estácio Coimbra, o local foi reinaugurado recentemente e retrata como era um casario pernambucano durante o século XIX. Além disso, por meio de textos, fotografias e mobiliário de época, os visitantes poderão entender a história do casarão.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

terça-feira, 20 de janeiro de 2015




Terça Negra tem edição especial nas prévias do Carnaval do Recife!
O projeto Terça Negra promove hoje (20), a partir das 19h, um grande encontro que irá contagiar ainda mais o público da capital pernambucana para as prévias carnavalescas. Entre as atrações da noite, estarão se apresentando o Coco Raízes do Capibaribe, Coco de Pareia (foto), Afoxé Ogbom Obá, Afoxé Ará Omin e Afoxé Abá Irokô.
O evento é aberto ao público e acontece no Pátio de São Pedro, bairro de Santo Antônio. Participe!



20 de janeiro - dia de São Sebastião. Ó glorioso mártir São Sebastião, alcançai deste mesmo Senhor, a graça de sermos vencedores dos nossos verdadeiros inimigos, o ter, o poder e o prazer.
Ó glorioso mártir São Sebastião, protegei com a Vossa intercessão, livrai-nos de todo o mal, de toda a epidemia corporal, moral e espiritual.
Socorrei-nos em nossas necessidades, alivie-nos nas nossas angústias, livre-nos das enchentes, da seca e estiagem, proteja os agricultores e guarde as lavouras.
Pedimos também, ó glorioso São Sebastião, curai os doentes e livrai-nos do contágio. Amém! Evangelize, repasse a oração.



José Nascimento de Souza ( Zé Lino ), é mestre pifeiro. Nasceu em 08 de dezembro de 1942, na cidade de Catarina (CE), hoje reside em Assaré, filho de Esmerino Sipriano Souza e Maria Josefina do Nascimento.
Zé Lino começou a fazer Pife com 14(quatorze) anos de idade juntamente com o seu irmão Francisco (Nó) de 16(dezesseis) anos. Em 1965(mil novecentos e sessenta e cinco) foram embora para a cidade de Monsenhor Hipólito(PI), onde morou por um ano, em 1966(mil novecentos e sessenta e seis) voltou para cidade de Catarina (CE) e se casou com Maria Cesário de Souza e em 1972(mil novecentos e setenta e dois) o casal veio morar em Assaré, no ano de 1976(mil novecentos e setenta e seis) começou a tocar na Banda Cabaçal que era composta por: 02(dois) pifes, 01(um) zabumba, 01(uma) caixa e 04(quatro) pratos.
Além de pifeiro, já trabalhou como: pedreiro, pescador, taboqueiro, cavoqueiro(com dinamite) e louceiro em geral. Na sua arte de pifeiro da banda cabaçal fazia mais apresentações nos meses de: maio nas novenas de Nossa Senhora de Fátima, junho nas festas juninas e setembro no cortejo de Nossa Senhora das Dores.
Nosso mestre parou de tocar no ano de 1998, quando torno-se evangelico e hoje é aposentado, mais ainda continua confeccionando pifes para quem procura.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015




PROGRAMAÇÃO
Sábado (17), a partir das 18h
- Reisado de Zabelê
- João de Amélia
- Banda de Pife Curumins da Serra
- Mazurca de Santa Catarina
- Banda de Pife Mané de Joana - Camalaú
- Pife Perfumado
- Os Floríamos do Pife- Campina Grande
- Banda de Pife Zeca do Pio X - Sumé
- Cacau Arcoverde e Samba de Coco
- Antenor Cazuza- Prata
- Osmando Silva - Monteiro
- Forró Pé de Serra - Com os sanfoneiros da região

sábado, 17 de janeiro de 2015



                               SIMONE GUIMARÃES

Neta do maestro e compositor Antônio Guimarães. Criada em um ambiente musical, aos sete anos de idade ganhou de presente um cavaquinho. Inicialmente autodidata, começou a apresentar-se com o instrumento em eventos escolares e no palco do Teatro de Arena de sua cidade natal. Recebeu durante quatro anos aulas particulares de piano. Aos 15 anos, mudou-se para Ribeirão Preto (SP), para cursar o antigo 2º grau, matriculando-se, também, no Conservatório Carlos Gomes. Mais tarde, por intermédio do conterrâneo Chico Alencar, conheceu Milton Nascimento, que a convidou para cursar sua Escola Livre de Música, em Belo Horizonte, onde foi aluna de Juarez Moreira, que viria a ser seu parceiro. Depois de morar um ano naquela cidade, voltou para Ribeirão Preto. Ingressou na universidade, dividindo-se entre a vida acadêmica e as apresentações musicais em casas noturnas. Transitou pelos cursos de História, Jornalismo e Letras, não chegando a graduar-se por ter optado definitivamente pela carreira artística.

Em 1990, gravou um clip para a TV Globo do nordeste paulista, interpretando duas músicas de sua autoria: "Gueto à Califórnia" e "Todas as mulheres do mundo".

Dois anos depois, escreveu, em parceria com Paulo Jobim, a trilha sonora de "O canto da Piracema", programa produzido pela TV Globo, premiado com o troféu Libero Badaró. Participou também das trilhas de "Dioguinho" e do Globo Repórter "A rota do sul", da mesma emissora.

Em 1996, lançou seu primeiro CD solo, "Piracema", disco temático patrocinado pela Prefeitura de Ribeirão Preto, inserido em um projeto para a despoluição do Rio Pardo. Ainda nesse ano, gravou, com os instrumentistas Olmir Stoker (Alemão) e Zezo Ribeiro, o CD "Cordas versos cordas".

Em 1997, morando no Rio de Janeiro, lançou o CD "Cirandeiro", que recebeu duas indicações para o prêmio Sharp, nas categorias Melhor cantora e Melhor Arranjo, e teve três faixas incluídas em trilhas de novelas: "Cirandeiro", em "A Indomada" (TV Globo), além de "Brincadeira de coroar" e "Estrela do meu bem querer" (c/ Cristina Saraiva), ambas em "Serras Azuis" (TV Bandeirantes).

No ano seguinte, lançou o CD "Aguapé", que contou com arranjos e direção musical de Maurício Maestro e participação de Elba Ramalho, Ivan Lins, Danilo Caymmi e Zé Renato. Apresentou-se, também nesse ano, em shows de Ivan Lins, César Camargo Mariano, Leila Pinheiro e Boca Livre, e recebeu em seus shows artistas como Fagner, MPB-4 e Leila Pinheiro. Em uma das apresentações da cantora no Café Teatro de Arena (RJ), Milton Nascimento saiu da platéia para o palco, realizando uma participação não programada. Ainda em 1998, atuou ao lado do quarteto vocal MPB-4, no Projeto Novo Canto, no Terraço do Rio Sul (RJ).

No ano seguinte, apresentou-se nos shows "Crooner", de Milton Nascimento, e "Um novo tempo", de Ivan Lins.

Como cantora, participou da trilha sonora de Iuri Popoff para "Cuenda", peça teatral de Cristina Tolentino, e dos songbooks de Tom Jobim, interpretando com Paulo Jobim a faixa "O pato preto", e de Chico Buarque, interpretando com Hélio Delmiro a canção "Desencontro" (c/ Toquinho).

Como compositora, teve músicas gravadas por Leila Pinheiro, Ivan Lins e Marcelo Lessa.

Em 2001, lançou o CD "Virada pra lua", contendo suas composições "Virada pra lua" (c/ Sérgio Natureza), "Imensidade", "Sertão das águas" (c/ Yuri Popoff), "A fábula do riacho" (c/ Cristina Saraiva), "Night club" (c/ Kiko Continentino), "Convulsionada" e "Marilyn" (c/ Rosana Zaidan). O disco registrou, ainda, a participação especial de Milton Nacimento, na faixa "Imagem e semelhança" (Kiko Continentino, Milton Nascimento e Bena Lobo), e de Guinga, na faixa "Porto de Araújo" (Guinga e Paulo César Pinheiro), e incluiu, também, as canções "Cenários (Julio Moura e Misael da Hora), "Meu coração" (Thomas Roth), "30 anos" (Ivan Lins e Vítor Martins) e "Cumbuca" (José Marcio Castro Alves). Os arranjos foram assinados por Leandro Braga, à exceção da faixa "Porto de Araújo", que contou com arranjo de Guinga. Realizou show de lançamento do disco no Teatro Rival (RJ).

Em 2002, apresentou-se, com Juarez Moreira, no Teatro Café Pequeno (RJ), pelo projeto "MPB Prêt-a porter", e no Paço Imperial (RJ). Nesse mesmo ano, participou do projeto "Cartão Postal da MPB", dividindo o palco do CCJF (RJ) com Guinga.

Lançou, em 2012, o CD "Chão de aquarela", contendo as canções “Desafios”, “É saudade”, “Um canto de amor”, “Relento”, “Estrela da noite”, “Estrela do meu bem querer”, “Fábula do riacho”, “Na trilha do amor”, “Olhos de fogo”, “Fronteira”, “Beijo” e “Canção para um pianista 2”, todas de sua parceria com Cristina Saraiva. O disco contou com a participação de Franklin da Flauta, Julio Santin (viola), Lia Gandelman (corne inglês) e André Mehmari (piano).

Em 2013, foi indicada ao Prêmio da Música Brasileira, na categoria Melhor Cantora Regional, pelo CD “Chão de aquarela”.

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015


O grupo Maracaatômico está com inscrições abertas para oficina de dança afro. As aulas irão acontecer nas quartas-feiras, das 18h30 às 20h30, e aos sábados, no horário das 15h às 18h, na Rua da Guia, Bairro do Recife Antigo.
O objetivo da oficina é transformar os preparativos para o Carnaval em uma boa terapia envolvendo a percussão do baque virado.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015


Idealizador do Movimento Armorial e um dos maiores nomes da literatura nacional, o grande mestre Ariano Suassuna, falecido em julho do ano passado, ganha homenagem da CAIXA Cultural de Sao Paulo com um projeto que traz um ciclo de filmes ligados a sua vasta obra e uma exposição de fotografias. Batizada de 'O Decifrador', a mostra fotográfica - que será inaugurada no dia 17/1, e segue em cartaz até o dia 22/2 - reúne imagens inéditas do escritor, clicadas pelo pernambucano Alexandre Nóbrega. Já o circuito cinematográfico, programado para ser realizado de 30/1 a 8/2, conta médias e longas produzidos para cinema e TV, adaptações de obras literárias de Ariano e documentários sobre o escritor, sua vida e sua obra. Além disso, o coreógrafo Antonio Nobrega vai apresentar um espetáculo (sessão única) em homenagem a Ariano, no dia 17 de janeiro, no Theatro Municipal, a partir das 20h, na Praça da República, com ingresso a R$ 1. Um programa imperdível para quem estiver em São Paulo por esses dias. (Ricardo Moura/Secult-PE/Fundarpe)

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015




MESTRE ANICETO MORRE AOS 82 ANOS

A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará manifesta profundo pesar com o falecimento de Antônio José Lourenço da Silva, o mestre Antônio Aniceto, integrante da Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto, do município do Crato, uma das mais importantes formações da cultura tradicional popular no Ceará e no Brasil. A Secult se solidariza com os integrantes da banda, com os familiares e amigos de mestre Antônio e com tantos quantos se acostumaram a aplaudi-lo, no sem-número de apresentações que sempre combinaram música e dança, tradição e presente, intensidade e alegria.

O toque do primeiro pife da Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto, comandado pelo Mestre Antônio, jamais será esquecido. Junto ao seu irmão, Raimundo Aniceto, e a seus sobrinhos, Mestre Antônio seguiu se apresentando até pouco tempo, desfilando destreza no pife e na dança, na elegância dos uniformes de cores vivas, na tradição secular das bandas cabaçais. Sempre em movimento, deixando como legado a descoberta e a admiração despertadas em novas gerações, graças à continuidade do trabalho dos Irmãos Aniceto.
Mestre Antônio, que nesta terca-feira, 13/1, se despediu aos 82 anos, foi responsável por manter viva uma das mais belas e marcantes expressões da cultura cearense, estando sempre pronto para transmitir conhecimentos e compartilhar histórias e vivências. Assim foi, por exemplo, com os novos integrantes da banda-mirim dos Irmãos Aniceto, reunindo garotos da comunidade, unidos e encantados pelo poder da tradição, da música, da brincadeira. Tudo com a simplicidade e a gentileza que sempre caracterizaram a presença do grupo, em inúmeras apresentações e em eventos especiais, como o Encontro Mestres do Mundo.
Contribuir para que os Irmãos Aniceto sigam adiante e tenham repercussão cada vez mais ampliada para sua obra é a melhor forma de homenagear Mestre Antônio. Nosso agradecimento, mestre, por toda uma vida dedicada à cultura cearense.
 Guilherme Sampaio
Secretário da Cultura do Estado do Ceará.

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

               
                 João das Alagoas


João Carlos da Silva Freitas, o "João das Alagoas",nasceu durante as aguas de marco do ano da graca de 1958,mais precisamente no dia 3,na cidade de Capela,cidade da Zona da Mata do estado de Alagoas, é famoso pelas esculturas feitas em cerâmica e por possuir uma oficina onde multiplica sua arte ensinando jovens do seu município e a seu filho Carlos da Silva Júnior, seu fiel seguidor.
Dono de uma técnica muito própria técnica, João das Alagoas dá vida ao barro, tendo a imaginação como sua aliada.
Mestre no modelar de lapinhas, na religiosidade de seu povo, nas brincadeiras infantis, tem sua marca registrada no "boi-bumbá", representado em pequenas e grandes peças, com saias esculpidas em alto e baixo relevo.
Hoje é reconhecido como um dos maiores escultores do país, tendo participado de exposições nacionais e internacionais.


Com uma média de visitação de 800 pessoas por dia, a Estação Central Capiba, no Bairro de São José,no centro do Recife tornou-se o novo xodó dos recifenses. O mais novo equipamento cultural do Governo do Estado abriga o requalificado Museu do Trem, que é considerado o primeiro do Brasil e o segundo do gênero da América Latina. Tendo Gilberto Freyre como patrono, o Museu do Trem foi inaugurado em 25 de outubro 1972 e desativado em outubro de 1983.


segunda-feira, 12 de janeiro de 2015




Hoje é dia de Lia! Patrimônio Vivo da Cultura Pernambucana, a cirandeira e um dos símbolos da nossa riqueza cultural, completa 71 anos neste 12 de janeiro.
Nascida Maria Madalena Correia do Nascimento, Lia de Itamaracá dança ciranda desde seus 12 anos. Em 1997, gravou seu primeiro LP intitulado "A Rainha da Ciranda", mas foi apenas a partir de 1998, quando participou do Festival Abril pro Rock, que começou a se tornar conhecida e amada pelos pernambucanos. Daí em diante, especialmente a partir de 2000, Lia passou a fazer turnês pelo Brasil e exterior.
Mais recentemente, em julho de 2014, fez sua primeira apresentação no Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) (foto), um dos maiores festivais de arte e cultura do país. O show, que encerrou a programação do Palco de Cultura Popular, levou uma multidão ao Largo do Colunata, no centro da cidade.
Nesta data tão especial para a cultura pernambucana, desejamos longa vida à mestre. Viva Lia de Itamaracá!
Foto: Renata Pires



                    70 ANOS DE GERALDO AZEVEDO

Nascido em 11 de janeiro de 1945, em Jatobá, hoje um bairro de Petrolina, na casa do sítio em que morava a família Azevedo não havia luz elétrica. Mas nunca faltou um violão. O pai tocava, a mãe adorava cantar e ambos passaram o dom a Geraldinho e seus irmãos. "Todo mundo lá em casa aprendeu a tocar, mas o que mexeu comigo foi o João Gilberto e a bossa nova. Quando eu tinha 15 anos, fui fazer o ginásio em Petrolina, que ficava a uma hora e meia de jegue." A bossa nova era ainda mais tocada em Petrolina pela vizinhança com Juazeiro, cidade natal de João Gilberto. "Tinha 16 anos, quando conheci João, em Juazeiro. Ele foi visitar o pai que estava doente, conversamos, e até marcamos para tocar, mas ele foi embora antes. Engraçado é que ele faz referências a mim, conversei com ele algumas vezes, por telefone, mas nunca mais o vi pessoalmente", revela