quarta-feira, 16 de setembro de 2009

CORISCO,O DIABO LOURO


"A Terra é do Homem,não é de Deus nem do diabo".Assim pensava o menino Cristino Gomes Silva Cleto.O diabo louro de Matinha no sertão alagoano,que viu nascer em 1907 no seu berço pobre,um dos maiores cangaceiros do nordeste Brasileiro. Virou o mundo em 1926 quando desertou do exército onde prestou serviço militar e entrou no bando de Lampião.Conhecido por sua coragem, beleza,Porte fisico e cabelos longos,logo ganhou o apelido de diabo louro .Sequestrou Sérgia Ribeiro da Siva,Dadá,então com 13 anos de idade, ensinou a ler,escrever e usar armas.Permaneceu com ela até o dia de sua morte.Tiveram 7 filhos, apenas 3 sobreviveram. De um desentendimento com Lampião resolveu fazer carreira solo e criar seu bando,mas continuaram amigos.Em 1938 quando do massacre ao bando de Virgulino,vingou-se das volantes furiosamente.Em 1940.Getúlio Vargas,anistou o cangaço para os que depusessem as armas.Corisco e Dádá,resolveram se entregar,mas antes foram baleados,Dadá perdeu a perna direita e corisco veio a falecer naquele ano. pontificndo a saga do cangaço.Foi enterrado em Jeremoabo-BA.Logo após o tumulo foi violado e seu corpo exumado e levado para o museu Nina Rodrigues em Salvador,onde ficou por 30 anos ao lado das cabeças de Lampião e Maria Bonita.


Por William Veras de Queiroz. Santo Antonio do Salgueiro-PE.

5 comentários:

  1. QUERIDO AMIGO, COMO É LINDO VÊ QUE A IMPORTÂNCIA QUE VC DAR A NOSSA CULTURA NORDESTINA, FICO FELIZ!
    E É LINDO O SEU JEITO POETICO DE SE EXPRESSAR.
    ABRAÇOS

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Príncipe, que bom ver vc voltar à ativa...Nos meu idos 17 anos, com as incertezas de que caminho profissional seguir, vc contribuiu lá com alguma porcentagem para a minha decisão de seguir o jornalismo...Anos passaram, o diploma caiu e eis a oportunidade de você retomar este caminho com tão boas crônicas. Obrigada por voltar. Obrigada pelos presentes que ao longo da vida vc tem me dado.Estarei atenta aqui, embaixo desse escaldante sol vermelho.. "Onde vc estiver sempre haverá dias de sol.."

    ResponderExcluir
  4. "Ô Corisco, Maria Bonita mandou te chamar..."
    Tio, são enriquecedoras as observações históricas mediante realidades que são nossas, mas que às vezes fogem ao nosso conhecimento. Parabéns e obrigada pelas contribuições!

    ResponderExcluir
  5. Os herois sempre existirão, mesmo depois da partida, seus espelhos permanecem, cabe-nos postar diante deles.Só alguns exemplos: Luiz Gonzaga e Jackson do pandeiro com suas sementes, João Cabral de Melo Neto, Dom Hélder Câmara, Chico Xavier, Írmã Dulce, Dhoroty Steng, Chico Mendes, Antônio Conselheiro, Mulheres de Tejucupapo-PB, o Cenário do Rock Nacional pelos meados dos anos 80, me desculpe a falha na memória...
    Outros quisemos sonhar, mas o sonho não foi junto.

    ResponderExcluir